Downloadhttp://bigtheme.net/joomla Joomla Templates

Adoração, aprendendo com Abraão

Introdução:
Comentar como era a abordagem do tema adoração quando eu cheguei na igreja: ex. escola de adoração, seminários
Adoração não é musica lenta e louvor musica rápida. Adoração não necessita esta ligado a musica
Hoje em dia muita musicas são centradas no EU.

Abrão foi sacerdote, ministro e adorador muito antes destas palavras fazerem algum significado.
Mas Abrão foi o primeiro a ter um relacionamento íntimo com Deus, seu relacionamento era de inteira confiança e entrega. Tinha realmente todas as qualidades necessárias para ser chamado de ADORADOR.
Vamos falar de algumas das qualidades do relacionamento dele com Deus, a ponto de merecer o titulo de “Pai da Fé”.

Desenvolvimento
11, 31  – Filho de Idolatra, o seu pai Terá era um idólatra que servia a outros deuses Js24,2
12, 1-4 – Obediência e confiança – Ele ouviu a voz de Deus e obedeceu ao chamado de Deus, que resultou em grandes bençãos: pai de uma grande nação, herança da terra de Canaã e promessa de engrandecimento do seu nome, promessa de uma grande descendecia.
12 -7 – Edificador de Altares - O Senhor aparece  a abraão e lhe mostra a terra que seria dele, e Abrão edifica uma altar (que significa lugar de morte)
12, 8 – Moveu se ao oriente de Betel (casa de Deus) e novamente ergue um altar (depois disso desce ao Egito)
13, 4  – Retorna do Egito e novamente invoca ao senhor no
altar de Betel.
13, 18- E Abrão habitou nos carvalhais de Manre; e edificou ali um
altar ao SENHOR.
Obs. A pratica de sacrifício e de edificação de altares o preparou para a entraga mais dura a de seu filho Isac.

14, 18-19 Abrão possuía
relacionamento com o grande sacerdote de Deus  Melquisedeque, rei de Salém.

14, 20 – Era
dizimista antes mesmo da lei a entrega é uma das maiores virtudes de um adorador. “E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo.

14, 21-23 –
Não era movido pelo dinheiro, tinha conciencia que tudo pertencia a Deus e não permitia que ninguém roubasse a glória que era devida a Deus. “E o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas, e os bens toma para ti. Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao SENHOR, o Possuidor dos céus e da terra. Jurando que, não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu; para que não digas: Eu enriqueci a Abrão;
13,7-12 – Abrão e Ló se separam, Ló escolhe as planícies de Sodoma movido por ganância.

18, 17-18 –  
Deus não esconde os seus feitos daquele com tem intimidade. “E disse o SENHOR: Ocultarei eu a Abraão o que faço,Visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra?
18, 24-32 – Intercessor - Foi fruto de comunhão, foi séria, firme quase uma negociação, foi humilde, foi franca , foi ouvida -Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás também, e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que estão dentro dela? 45, 30,20,10

Observações
Princípios: adoração é relacionamento, é mandamento, é uma jornada (estilo de vida), envolve sacrifício, servir, se esvaziar de si mesmo, submissão, obediência, entrega, deve ser em espírito e em verdade.
Frutos da adoração: abre portas de bênçãos e provisão, quebra grilhões abre cadeia, nos torna mais próximos de Deus, molda nosso caráter santificando nossa vida.
Abraão sabia adorar a Deus em espírito e em verdade:
Impecilios para adoração: Pecado, ira, inveja, murmuração, ingratidão, boca torpe, falta de leitura da palavra, etc

Conclusão:
Através deste relato, observamos que Abraão foi um homem que teve bastante experiência com Deus, o que contribuiu grandemente na sua formação de verdadeiro adorador. E de fato Ele deixa transparecer em suas palavras a sua posição de adorador. Ele estava a Caminho do local onde ia sacrificar seu filho, porém a expressão que usa é: “...e havendo adorado” - Gênesis 22.5 “...esperai aqui, com o jumento; eu e o rapaz iremos até lá e, havendo adorado, voltaremos para junto de vós.

Isaias: 41.8 Abraão e chamado de amigo de Deus