Downloadhttp://bigtheme.net/joomla Joomla Templates

Temos 2 visitantes e Nenhum membro online

“E todo Israel será salvo…” – Como entender este versículo de Rm 11?

Por Rab. Mess. Macelo M. Guimarães

Romanos 11.25   Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.


11.26  E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades.

Meu caro irmão, eu sempre procuro entender um texto bíblico fazendo uma “midrash” com outros textos bíblicos. Eu vejo o capítulo de Romanos 11, uma demonstração da Soberania de D´us, pois Ele foi quem cegou[1] os olhos dos judeus e os tornou surdos quanto à salvação em Yeshua. Por amor, Ele cortou os ramos naturais[2] da Oliveira para que gentios fossem enxertados através de Cristo. Ou seja, por amor as nações que Israel ainda não foi salvo em sua totalidade, pois Israel tem sido salvo em parte, isto é, aqueles judeus que creram no Messias Yeshua como Pedro, Paulo, João e tanto milhares e milhares de outros judeus desde o primeiro século até aos dias de hoje.

A plenitude (plerosai, no grego)  é um dos marcos do tempo determinado por D´us para Israel. Plerosai, entendo eu  muito mais no sentido de qualidade e maturidade da fé do que quantidade. ´Pleroma´ quer dizer também “equilíbrio, balanceado”, mesma palavra usada para encher os navios até a linha do ´pleroma, equilíbrio, ou seja, peso e carga do navio que lhe dão um empuxo perfeito em relação à massa da água deslocada (espero que você ainda se lembre do seu tempo de ginásio, do termo empuxo ou a lei de Arquimedes…). Assim os gentios em Cristo precisam alcançar a maturidade, a plenitude da fé, dando, conseqüentemente, bons e doces frutos, senão esta oliveira não irá florescer, pois o florir desta dependerá do “pleroma”  tantos dos gentios quanto dos judeus crentes em Yeshua.

Quando diz que todo o Israel será salvo, não quer dizer 100% dos judeus hoje existentes. Mas sim a maioria, entendo eu, ou pelo menos 51%, por exemplo. Não pode ser 100% porque existe o livre arbítrio também para a salvação de Israel, pois embora D´us tenha um chamado e escolha para este povo, vale a regra do livre arbítrio, pois eles precisam decidir, escolher e receber Yeshua como qualquer outra pessoa. Afinal, todos foram colocados no mesmo nível de desobediência[3]. Portanto, os judeus precisarão também crer em Yeshua para a Salvação e adentrar na família[4] de D´us, judeus e gentios em Cristo. Estar em Cristo é se converter e viver segundo o novo nascimento[5] Nele. O coração de pedra[6]será transformado em carne, e D´us dará aos judeus um novo Espírito, isto é, em Yeshua se nasce de novo em Espírito para a salvação, e se dermos frutos[7] Nele, teremos a eternidade.

Quando então Israel será salvo? (eu pessoalmente creio que Yeshua irá se manifestar ou se revelar aos judeus como José se revelou a seus irmãos judeus que não podiam mais reconhecê-lo. A igreja cristã também ocidentalizou tanto a pessoa de Yeshua que os judeus não podem mais vê-lo com um judeu que foi zeloso com a Torá. Os irmãos de José só o reconheceram quando José disse: – Ani Yosef, Eu sou José, vosso irmão[8]… Eu creio que Yeshua fará algo parecido no período da tribulação, pois essa história de José revelando aos seus irmãos aconteceu no segundo ano das “vacas magras”, ou seja, durante a tribulação daqueles dias. Pode ser que o mesmo aconteça entre Yeshua e os judeus. Isto não quer dizer que a Igreja não participará da salvação de Israel. Eu creio que a Igreja será antes de tudo, uma grande intercessora desta salvação soberana de D´us que virá sobre Israel e seu povo.

Quando Israel for salvo por meio de Yeshua, então, Yeshua, o grande libertador de Sião (Israel) virá, apagando a impiedade de Jacó (dos judeus que estiveram por mais de dois mil anos sem Yeshua). Portanto, mesmo alguns judeus sendo piedosos e zelosos com a Torá,  isto não lhes trarão salvação. Este zelo e piedade são importantes para manter a memória e a história, o chamado irrevogável[9] de D´us, quanto à escolha de Israel que no final será Luz para as nações[10] como predito pelos profetas. Essa piedade e zelo guardam a identidade judaica que profeticamente precisa ser preservada até a volta de Yeshua. Evidentemente, eu não disse que todo judeu piedoso, bondoso e obediente a HaShem estará no inferno após a sua morte, pois somente D´us é soberano e pode julgar a cada um de nós, mesmo aquele que é crente. Estaremos na direção certa da salvação seguindo a regra geral que é válida para todos: – Salvação só pelo novo nascimento em Yeshua, como nos mostra claramente Palavra.

O verso 26 para mim, se refere ao Dia do Senhor, quando Yeshua virá em glória para Reinar, em hebraico, o dia do Senhor é Acharit HaAmim, os dias temíveis e de juízo para os não salvos. Neste momento, evidentemente, a autêntica Igreja (judeus e gentios) em Cristo já terá pregado o evangelho até os confins[11] da terra, satisfazendo mais um requisito para a volta do Senhor em glória, o Acharit HaAmim.

Paralelamente, os gentios no máximo de sua maturidade e testemunho em Yeshua (plenitude) mais a salvação de Israel será igual a Redenção completa (tikun olam) que virá sobre a terra. Assim, Judeus e gentios crentes em Yeshua, a família de D´us, a Igreja sem ruga[12] e sem mácula. Então, neste momento, a oliveira de D´us, estará dando frutos, isto é, Israel florescendo, cumprindo as profecias, quando os tempos de Adonai serão chegados. Neste momento, já terá acontecido o arrebatamento[13] (judeus e gentios) em Cristo, a verdadeira Igreja vencedora, pois eu não acredito num arrebatamento parcial sem a salvação de Israel. A última trombeta[14] ( isto é, a sétima de Apocalipse) dita por Paulo será tocada para o arrebatamento de uma única igreja e Israel salvo faz parte dela. Não se pode arrebatar os galhos (os gentios) e deixar a raiz (os judeus). D´us, na minha opinião, só vê uma Igreja completa, de judeus e gentios em Cristo. Mas, como a igreja gentílica passou por Roma e permitiu a introdução da teologia da substituição, então, toda a escatologia atual, o pré, meso e pós tribulacionismos precisam ser revistos, pois as três hipóteses excluem Israel da salvação num primeiro momento, contrariando a correta interpretação de Romanos 11, pois a igreja se afirmava como sendo o “Israel’ espiritual de D´us. Esta frase “Israel Espiritual’ é tremendamente perigosa, pois não é bíblica e não está na midrash bíblica também.

Romanos capítulos 9,10 e 11 precisam ainda ser entendidos a luz do contexto judaico e do propósito divino e messiânico.

O judaísmo messiânico autêntico não pode estar separado da igreja gentílica. Pois o vejo como “ponte” para unir e estabelecer a reconciliação e salvação de Israel e a sua integração a uma única Igreja. Mesmo não concordando com as impurezas e erros históricos da igreja de hoje, não podemos chamá-la de Babilônia ou coisa semelhante. O judaísmo messiânico autêntico e verdadeiro jamais irá explodir esta ponte entre Israel e a Igreja, pelo contrário, ajudará a reconstruí-la, firmando bem os alicerces que Satanás ao longo do tempo romano tentou ruí-las e destruí-las. O muro[15] de separação entre judeus e gentios foi quebrado por Yeshua há 2000 anos, ou seja, uma ponte foi estabelecida e agora temos que permitir que tantos os gentios que estão do outro lado dela passem por ela em direção a Israel e seu povo, levando a este o testemunho de Yeshua, bem como esta ponte (os judeus messiânicos)  deve permitir que os judeus não messiânicos passem também  por esta mesma ponte em direção a reconciliação da Igreja, formando e concluindo o entendimento do Tikun Olan que virá sobre a terra: – judeus e gentios, uma família só em Yeshua. Ambos salvos serão arrebatados nos tempos da tribulação para a celebração das Bodas do Cordeiro[16], ou seja, o casamento de Yeshua com sua Igreja. O arrebatamento não será para levar a Igreja para o céu, mas será para levar a igreja ao “altar” do Pai, consolidando a aliança, o casamento desta noiva, a igreja, com Yeshua, o noivo, o Cordeiro. Depois dessas bodas, aí sim, Yeshua, já completo, desposado com Sua Igreja descerá em glória dos céus[17] para destruir o anti-cristo, o falso profeta e a besta para implantar, vitoriosamente, o Seu Reino Milenar nesta terra.

Quem prega a destruição desta “ponte” não provem do Espírito de D´us e interrompe todo o processo divino da salvação de Israel. Cuidado com os falsos profetas de nossos tempos, pois eles tem se multiplicado.

Finalmente, os judeus piedosos e zelosos da Lei podem ser salvos, alcançando a eternidade sem a crença em Yeshua? A Bíblia não diz explicitamente sobre esta questão. A regra geral, é que com a boca se confessa Yeshua como filho de D´us e que ele ressuscitou dentre os mortos. Este será salvo, pois com o coração se crê para a justiça e com a boa se faz confissão para a salvação.[18] Mas, ficam ainda algumas perguntas como:

- Seria justo por parte de D´us de ter cegado os olhos e tornado surdos os ouvidos dos judeus em relação a Yeshua para que os gentios das nações fossem salvos e agora Ele se  esquecer da salvação daqueles judeus piedosos e zelosos da lei  de quem são as promessas e as alianças[19]?

- Seria justa a condenação eterna daqueles que guardam a Sua lei, ou seja, a Sua Palavra inspirada pelo Seu próprio Espírito?

- Seria justo por parte de D´us se esquecer daqueles que trabalham na restauração e preparação da terra de Israel para a volta do Messias Yeshua?

- Seria justo por parte de D´us se esquecer daqueles que preservam sua própria identidade de povo escolhido para que as divinas profecias se cumpram no devido tempo?

- Seria justo por parte de D´us fechar Seus olhos e ouvidos aos gritos, as dores, as perseguições, enfim, a todo tipo de agruras e sofrimento de um povo que tem sido rejeitado, odiado, perseguido e assassinado ao longo da história?

Resposta: – D´us não é injusto e nunca será! Se por um lado, não se encontra um versículo claro na Bíblia afirmando que há salvação para os judeus fora do messias Yeshua, por outro lado também não há nenhum versículo que os condena ao fogo eterno os piedosos e seguidores da Torá. Ou seja, esta questão é exclusivamente divina, pois somente Aquele que escolheu um povo de modo irrevogável tem a soberania e a justiça plena para legislar sobre a salvação deles.  Este é um dos mistérios também, creio eu que D´us não revelou claramente na Sua Palavra. Deixemos, pois, esta questão para HaShem, e nos preocupemos em manter nossa salvação a cada dia pela graça e verdade de Yeshua HaMashiach, nosso Redentor. Alegremo-nos e rejubilemo-nos da salvação em Yeshua disponível a todos, a judeus e a gentios.

Rabino Messiânico Marcelo M. Guimarães
Ordenado pelo Netivyah de ISRAEL e reconhecido pela UMJC e MJAA

Porque andar na direção de Deus?

 

porque andar na direção do Senhor

E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.

Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR.
Jonas 1:1-3


INTRODUÇÃO
1. Creio que é difícil achar alguém que já não tenha assistido pelo menos a um dos filmes da trilogia de “Piratas do Caribe”. Lembro que havia uma bússola que apontava não para o norte como as demais bússolas, mas ela apontava para aquilo que a pessoa mais desejava em sua vida. Se o desejo era uma pessoa ela aponta para essa pessoa, se fosse para algum tesouro, a bússola também apontaria. Quem não gostaria de ter um instrumento desse um suas mãos.

 

Mas em nosso mundo real, longe das telas de cinema, as bussolas não funcionam assim, elas na verdade apontam constantemente para uma direção (norte), e uma direção precisa, em que podemos traçar as nossas rotas e chegar ao nosso destino, não levando em conta que temos o GPS hoje em dia.

2. Estive pensado nesse paradoxo e me perguntei: E com relação aos caminhos que tenho que trilhar e as decisões que tenho que tomar. O que seria melhor para mim? Pensei em tudo isso, nessa analogia a bussola do filme ao qual citei representa a minha vontade, o meu desejo e o meu quere. Já a bússola real representa a vontade de Deus em minha vida o que neste caso é imutável. Deus que o melhor para sua vida e isto não mudará.

Como este instrumento, Deus nos dias de hoje está nos dando a sua direção e dizendo: “Caminhem nesta direção”, “não andem por este lado”. Quando realizamos uma viajem longa, assim como a nossa vida também é longa, passaremos por muitos tipos de lugares, por exemplo se eu sair de Lisboa em Portugal rumo ao Vietnam passarei por lugares altos como a Suíça, por vales, e até desertos, a circunstancias físicas e climáticas poderão mudar, mas uma coisa não poderá, “ Tenho que ir do estremo Oeste até o Estremo Leste”. Posso até tomar algum desvio, mas a direção será sempre esta.

  1. 1.Fale porque Jonas tomou outra direção:

Vemos que o seu Eu falou mais alto

  1. 2.Porque devemos buscar a direção de Deus?

Porque sua vontade é perfeita boa e agradável;

  1. 3.Como conhecer a direção de Deus

Para ser sincero, não acho isso algo fácil, mas plenamente possível;
Através da palavra;

Através da comunhão;

Através da oração;

 

  1. 4.Quais as consequências de não andarmos nela;

Os planos de Deus são realizados em nossa vida;

Não Colheremos as benção decorrente da obediência (isto é antagônico)

CONCLUSÃO
Qual o final desta história?
O que vemos em Jonas 3:5 é após a retomada da direção inicial ao qual O Senhor falou a Jonas, o que ocorre é a frutificação, o prosperar de suas realizações.

E levantou-se Jonas, e foi a Nínive, segundo a palavra do SENHOR. Ora, Nínive era uma cidade muito grande, de três dias de caminho.        E começou Jonas a entrar pela cidade caminho de um dia, e pregava, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida.      E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior até ao menor.         Esta palavra chegou também ao rei de Nínive; e ele levantou-se do seu trono, e tirou de si as suas vestes, e cobriu-se de saco, e sentou-se sobre a cinza. Jonas 3:3-6

Muitas vezes achamos que precisamos mover a mão de Deus a nosso favor e realmente Ela se move, mas muitas vezes Ela se move para nos tirar de uma direção errada.

Portas Abertas - Hora de dar graças

_____

Há quase um mês, uma igreja no Quênia foi palco de uma grande matança. Dezessete pessoas morreram e mais de 60 ficara feridas. Uma semana depois, os irmãos daquela igreja, e de outras comunidades na região, se reuniram no mesmo templo para louvar o Senhor por sua fidelidade. Uma das pessoas que dirigiu o culto fez a seguinte declaração: "Nós, cristãos, estamos aqui para ficar - louvado seja Deus!" (Leia a matéria aqui)

Louvar a Deus em meio à tristeza extrema e ao sofrimento não é a opção mais fácil. Mas é em nossos momentos de fraqueza que a força de Deus resplandece e traz consolo, paz, perseverança. Que o testemunho dessa igreja queniana inspire você a louvar a Deus hoje, seja qual for sua situação.

Destaque

A alegria de ganhar um caderno
Colômbia (47º) - Eram simples kits escolares compostos de caderno, caneta e lápis, régua, borracha, apontador de lápis, calculadora, giz de cera, cola e uma mochila resistente para levar tudo isso para a aula...

"Deus tem respondido suas orações"
Nigéria (13º) - O coordenador nacional da Portas Abertas na Nigéria enviou uma carta pessoal de agradecimento a todos que têm orado pela Igreja no país...

Ramadã 2012 - Enquanto os muçulmanos oram a Alá, oremos por eles!

VAMOS ORAR
Chechênia (20º) - Ore pela Chechênia e Norte do Cáucaso, já que a violência é algo diário nessa região. Ore pelos cristãos, pois estão em meio ao "fogo cruzado" entre as autoridades e os insurgentes.


Invista na educação de crianças da Igreja Perseguida!

Por diversos motivos, crianças da Igreja Perseguida não têm fácil acesso à educação: às vezes não podem ir a escola por causa de sua religião, em outros casos a escola fica longe demais e não há transporte. É possível também que suas famílias não tenham condições de comprar o material escolar. Você pode dar uma mãozinha em todos esses casos. Ao doar R$ 20,00, você investe na educação das crianças da Igreja Perseguida. Colabore!

{simplepopup}{/simplepopup}