Downloadhttp://bigtheme.net/joomla Joomla Templates

Temos 4 visitantes e Nenhum membro online

Mulher compra brinquedo chinês e encontra carta de escravo pedindo socorro


Trabalho-escravo-na-China

Imagem: Reprodução

Em outubro de 2012, Julie Keith, [foto abaixo] uma mãe do Oregon (EUA), enregelou-se: num pacote para Halloween “made in China” que ela comprara na loja Kmart havia uma carta escondida meticulosamente. Grafada num inglês trêmulo, a mensagem [foto ao lado] falava de um cenário de horror. O autor estava preso num campo de trabalho forçado no norte da China, trabalhando 15 horas diárias durante toda a semana sob o látego de desapiedados guardas.

 

“Se você comprar este produto, por favor, mande esta carta para a Organização Mundial de Direitos Humanos” – leu Julie.“Milhares de pessoas na China, que sofrem a perseguição do Partido Comunista, ficar-lhe-ão gratas para sempre”.

China-trabalho-escravo

Imagem: Reprodução

Entrementes, o autor – Zhang, 47 – conseguiu sair da fábrica-prisão. Como muitos outros ex-detentos, ele descreveu o universo carcerário socialista marcado por abusos estarrecedores, espancamentos frequentes e privação de sono de prisioneiros acorrentados semanas a fio em posições doloridas. A morte de colegas por suicídio ou doenças fazia parte do p

Leia mais:Mulher compra brinquedo chinês e encontra carta de escravo pedindo socorro

Desmascarando o Espírito de Jezabel - Resumo do Livro

O espírito de Jezabel opera em conjunto com os principados e potestades que atormentam as pessoas (Ef 6.12). Esses poderes demoníacos incluem espíritos de religiosidade, manipulação, controle, cobiça, perversão e ocultismo. Muitas vezes, eles se associam ao espírito de Jezabel para construir fortalezas na mente das pessoas.

 

Quando uma fortaleza de Jezabel é estabelecida na mente de um indivíduo, defino isso como "estar sob a influência do espírito de Jezabel". No momento em que isso ocorre, o processo racional do indivíduo se deteriora. Seus pensamentos e ações são distorcidos.

Quanto mais tempo alguém apela para o controle e a manipulação sem se arrepender, mais forte o espírito se torna. Finalmente, ele se transforma num estilo de vida. Seu método primário de se relacionar com outras pessoas e adquirir controle serão por meio desse espírito.


Embora a ilustração bíblica para Jezabel seja voltada para o sexo feminino, este poder demoníaco não infecta apenas mulheres. Homens também operam sob a influência desse espírito. Quando isso ocorre, eles ficam enfraquecidos e maculados pela presença maligna. No entanto, para os homens é difícil operar durante muito tempo sob a influência desse espírito porque ele precisa de um espírito de Acabe para sobreviver. Por isso, o espírito de Jezabel geralmente opera por meio de mulheres, que usam a sedução para alcançar seus objetivos.

 

O nome Jezabel é de origem fenícia e significa "descasada". Embora ela fosse casada, sua insubmissão e infidelidade conjugal mostravam que para ela o casamento não significava nada. Embora o matrimônio seja um símbolo de respeito mútuo e submissão, Jezabel não se submetia a ninguém. Pelo contrário, exigia que todos se submetessem a ela.

 

 

PAZ A QUALQUER PREÇO

O espírito de Acabe simboliza a abdicação da autoridade ou, pelo menos, a autoridade passiva. Ele se apresenta como uma mentalidade que evita os confrontos e não assume os erros. O espírito de Acabe adora a posição que ocupa e teme o confronto.

Alguém com este espírito prefere promover a paz a qualquer custo, mesmo que seja forçado a formar alianças profanas.

Um indivíduo sob a influência do espírito de Acabe fará, muitas vezes, concessões em vez de alianças, dessa forma se prostituindo, em vez de santificar o  relacionamento. Como você pode fazer concessões a alguém que deseja destruí-lo? O espírito de Acabe sempre está disposto a sacrificar o futuro a fim de obter a vitória no presente.

Trabalhando em equipe, os espíritos de Acabe e Jezabel silenciosamente formam um rela-cionamento de interdependência. Existe uma necessidade mútua, e um cuida do outro a fim de alcançarem seus objetivos, como numa simbiose. Um pastor influenciado pelo espírito de Acabe precisará da ajuda de alguém com o espírito de Jezabel, a fim de manter sua posição e fortalecer sua base.

 

LÍDERES APLACADORES

Como muitos líderes de hoje, o reinado de Acabe foi caracterizado pela tentativa de aplacar Jezabel cedendo às suas exigências. Ele tolerava todos os decretos e práticas abomináveis de sua esposa. Muitos pastores se submetem a indivíduos influenciados pelo espírito de Jezabel porque a pessoa parece ter habilidades de liderança ou visão espiritual que ajudará a igreja crescer. Muitos até se convencem de que, com o tempo, ajudarão o indivíduo à "amadurecer" espiritualmente. No entanto, nesse processo de ajuda, muitos líderes fazem demasiadas concessões e enfraquecem sua autoridade.

 

EVITANDO O CONFRONTO

O pastor precisa ter muita coragem para confrontar a força e a obstinação do espírito de Jezabel. Por meio de suas ações, um indivíduo dominado por esse espírito revelará as quali-dades e as fraquezas do pastor. O pastor descobrirá coisas sobre si próprio que preferiria ignorar. Pode reagir de forma defensiva quando sua autoridade é desafiada. Para evitar uma revolta, o pastor pode preferir apaziguar ou favorecer o espírito. Temendo situações seme-lhantes, o pastor pode suspender todo o ministério profético na igreja. Ou então, numa atitude egoísta, pode usar a pessoa dominada pelo espírito de Jezabel para cumprir seus propósitos pessoais. Qualquer uma dessas respostas causará danos à vida espiritual da igreja. Adotando uma atitude omissa ou passiva, o pastor deixará sua igreja vulnerável ao domínio desse espírito diabólico. A igreja rapidamente afundará sob o peso crescente da opressão espiritual, esmagando toda a vitalidade espiritual saudável e a visão. O espírito de Jezabel profana tudo o que toca. Tudo o que é santo torna-se impuro. As pessoas começam a abandonar a igreja, sem nem saberem por quê. Sentem-se simplesmente compelidas a ir embora, como se pudessem sentir o domínio crescente das trevas.

 

Os pastores que [diante dessa situação] reagem de forma impulsiva e precipitada e eliminam os grupos de intercessão e o ministério profético, silenciarão suas fontes mais confiáveis de discernimento e revelação. Quando isso acontece, é criado um vácuo espiritual na igreja. Rapidamente a escuridão e a confusão tomam conta. Como num jogo de xadrez, o adversário rapidamente ocupa todo espaço que é deixado desocupado.  

Quando o verdadeiro ministério profético é silenciado, isso permite que o inimigo posicione seus próprios profetas em posições-chave.

 

Os pastores que se omitem e deixam de exercer sua autoridade causam dano ao povo de Deus, pois sem perceber liberam o poder crescente desses espíritos demoníacos. Enquanto a questão vai sendo evitada, o problema só vai piorando. Quando finalmente é confrontado, o espírito de Jezabel já pode ter criado raízes profundas na igreja e será mais difícil desalojá-lo.

 

TOLERANDO O INIMIGO

Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara pro-fetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas aos ídolos. — Apocalipse 2.10

 

Imagine como os membros daquela igreja se sentiram quando leram: "Tenho

contra ti..." (v. 20). Deus lhes deu uma escolha: remover a Jezabel impenitente ou sofrer

o juízo divino. Poucos decretos divinos (ou nenhum) são mais ameaçadores do que este.

Cair sob o julgamento de Deus é algo a se temer. Quando Deus resiste a uma pessoa,

nada que ela faz prospera. Quando o indivíduo sai da cobertura da proteção divina, fica

vulnerável diante dos principados e potestades.

 

FALSA HUMILDADE

A integridade dos retos os guia; mas, aos pérfidos, a sua mesma falsidade os destrói. Provérbios 11.3

 Quando o indivíduo com o espírito de Jezabel recebe reconhecimento, inicialmente ele responde com falsa humildade. Esse recurso serve para prender ainda mais as pessoas e convencê-las de sua espiritualidade. No entanto, essa mansidão enganadora dura pouco. A falsa humildade é, na verdade, uma máscara para esconder as raízes profundas do orgulho e da presunção.

Quando a falsa humildade é descartada, o indivíduo orgulhosamente oferece muitas mensagens "proféticas". Jezabel predirá a chegada de um grande rebanho para o pastor. No entanto, quando essas predições emotivas falham em se cumprir, a fé do pastor é abalada, assim como a esperança que se adia faz adoecer o coração. Uma nuvem escura e envolvente de depressão pode se formar sobre o pastor, que começa a lutar contra o desejo de se afastar de sua congregação.

 

POSTURA DEFENSIVA

Quando confrontado com as questões citadas acima, o individuo com o espírito de Jezabel geralmente responde com afirmações do tipo: "Só estou tentando ajudar", "Estou apenas obedecendo a Deus" ou "Deus me disse para fazer assim". E lamentável, pois essas respostas procedem de um falso senso da vontade de Deus. Tais respostas se tornam uma espécie de trunfo, pois a afirmação de que Deus ordenou certa ação encerra qualquer debate. Essa lógica do tipo "beco sem saída" não pode ter permissão de se instalar na discussão. A batalha não é na esfera da razão, onde se combate lógica com lógica. E na esfera espiritual, onde Deus separa alma e espírito.

 

Há caminho que ao homem parece direito,mas ao cabo dá em caminhos de morte. —

Provérbios 14.12

Dando a impressão de ter profunda compreensão das questões da igreja, o espírito de Jezabel, geralmente, não compartilha as opiniões primeiro com o pastor, de acordo com o padrão bíblico. Pelo contrário, compartilha suas opiniões sobre a igreja com outras pessoas, construindo uma base de apoio. Claramente está atitude não tem fundamento bíblico. O padrão bíblico ensina que o profeta não ia primeiro ao povo, mas ao rei! Era o rei que tinha a responsabilidade diante de Deus de falar ao povo e liderar.

O profeta sempre ia diretamente ao rei - não ao povo -, e Deus abria a porta de acesso à

realeza. 

{simplepopup}{/simplepopup}